Estadão.com.br
‹ Ir para edição atual

Busca avançada





  • Edição 1000
  • Edição 95
  • Edição 94
  • Edição 93
  • Edição 92
  • Edição 91
  • Edição 90
  • Edição 89
  • Edição 88
  • Edição 87
  • Edição 86
  • Edição 85
  • Edição 84
  • Edição 83
  • Edição 82
  • Edição 81
  • Edição 80
  • Edição 79
  • Edição 78
  • Edição 77
  • Edição 76
  • Edição 75
  • Edição 74
  • Edição 73
  • Edição 72
  • Edição 71
  • Edição 70
  • Edição 69
  • Edição 68
  • Edição 67
  • Edição 66
  • Edição 65
  • Edição 64
  • Edição 63
  • Edição 62
  • Edição 61
  • Edição 60
  • Edição 59
  • Edição 58
  • Edição 57
  • Edição 56
  • Edição 55
  • Edição 54
  • Edição 53
  • Edição 52
  • Edição 51
  • Edição 50
  • Edição 49
  • Edição 48
  • Edição 47
  • Edição 46
  • Edição 45
  • Edição 44
  • Edição 43
  • Edição 42
  • Edição 41
  • Edição 40
  • Edição 39
  • Edição 38
  • Edição 37
  • Edição 36
  • Edição 35
  • Edição 34
  • Edição 33
  • Edição 32
  • Edição 31
  • Edição 30
  • Edição 29
  • Edição 28
  • Edição 27
  • Edição 26
  • Edição 25
  • Edição 24
  • Edição 23
  • Edição 22
  • Edição 21
  • Edição 20
  • Edição 19
  • Edição 18
  • Edição 17
  • Edição 16
  • Edição 15
  • Edição 14
  • Edição 13
  • Edição 12
  • Edição 11
  • Edição 10
  • Edição 9
  • Edição 8
  • Edição 7
  • Edição 6
  • Edição 5
  • Edição 4
  • Edição 3
  • Edição 2
  • Edição 1


questões da ciência

  • Reforma moderada

    Reforma moderada

    Vem da Finlândia uma novidade que promete facilitar a vida de pesquisadores, revisores e editores de revistas científicas. O recém-criado Peerage of Science (algo como Confraria da Ciência) é uma plataforma para o envio de artigos que oferece uma alternativa interessante à revisão por pares, como é chamado o modelo tradicional de avaliação dos trabalhos científicos. — Leia o post completo.


  • Novas narrativas

    Novas narrativas

    À medida que o uso das ferramentas de interação da internet se difunde entre os pesquisadores, as narrativas sobre a ciência começam a ganhar novos contornos. Um bom exemplo disso foi dado no início do ano aos usuários do Twitter, que puderam assistir de camarote a um debate acalorado, no qual dois renomados planetólogos discutiram em tom civilizado sobre a primazia de descobertas sobre Titã, a maior das luas de Saturno. — Leia o post completo.


  • Chegada e despedida

    Chegada e despedida

    A virada do ano foi marcada por duas notícias importantes para quem acompanha a cobertura internacional de ciência. No fim de dezembro, o jornal La Nación, um dos mais tradicionais da Argentina, anunciou o fim da sua editoria de ciência. Numa tendência inversa, o Huffington Post, influente portal americano de notícias na internet, anunciou a criação de seu canal de ciência no início de janeiro. — Leia o post completo.



Visite a página da revista piauí no Orkut