Em protesto contra a Copa, Iniesta sequer veio para o Brasil

MARACANAZO - Eliminada da Copa do Mundo após duas desastrosas partidas, a seleção espanhola aderiu à campanha "Não vai ter Copa". "El Brasil conocerá la furia roja", disse Cassillas, enquanto deixava cair um coquetel molotov no chão.

O esquadrão espanhol invadiu a Avenida Rio Branco trocando passes livres. "La Copa, La Copa, La Copa abro mano/ Quiero más denero pra nacionalizar Messi e Cristiano", bradaram, em uníssono.

No final da tarde, Diego Costa naturalizou-se alemão.

--

Leia a cobertura completa sobre a Copa do Mundo pelo piauí Herald

The Tourist Herald, um guia de viagem padrão Fifa, apresenta as cidades-sede para os turistas