MAR MORTO - Numa ação promocional patrocinada por uma empresa norte-americana, Bin Laden reapareceu hoje pela manhã com a barba raspada. "O pior terrorista é aquele que não usa Prestobarba", garantiu Osama, com um sorriso nos lábios. Ele ganhou 500 mil reais de cachê e o doou ao Instituto Gabriel Chalita de Depilação Facial.

O ex-inimigo número 1 da humanidade, agora garoto-propaganda, garantiu que sua morte foi apenas uma ação de publicidade. "Quando eu falei em marketing viral, o ignorante do Bush me acusou de ter armas químicas”, disse Bin Laden. “Agora pude ensinar ao mundo como se faz para repercutir, de graça, em todos os meios de comunicação. Não sou um mártir, sou um benchmark, um Nizan Guanaes das Arábias".

Ao final do dia, Bin Laden ultrapassou a Apple e o Google e foi declarada a marca mais valiosa do mundo.

A empresa americana, que já raspou as barbas de Bel Marques (cantor do Asa de Águia), Fidel Castro, Jacques Wagner e Osama Bin Laden iniciou ontem negociações para limar, de uma vez por todas, o tórax de Tony Ramos.