O PMDB estuda a clonagem de Renan para assumir 12 presidências de estatais ao mesmo tempo

BOCA DO JACARÉ - Com número de delegados que superou a torcida do Flamengo, o PMDB bateu novo recorde sul americano de revezamento no poder. "Estivemos ao lado de Marechal Deodoro da Fonseca, Epitácio Pessoa, Getúlio, JK, Collor,  Itamar, FHC, Lula, Dilma e tantos outros. Mesmo com altos e baixos, nosso maior mérito foi ter mantido sempre nosso treinador José Sarney desde a Proclamação da República", discursou, emocionado, Renan Calheiros.

Entrosado para a temporada 2013, o partido acaba de costurar três presidências e tem o direito de pedir música no Fantástico. Além da cadeira mais cobiçada da Câmara e do Senado, o partido dá como certa a eleição do representante supremo da Comissão Nacional de Fisiologia. "Com certeza, estamos colhendo os frutos de um esquema tático bem armado pelo professor Sarney e vamos continuar trabalhando com seriedade, sempre respeitando a oposição", garantiu Eduardo Alves.

Após cinco dias de deliberação para escolher a música que seria sugerida ao apresentador Tadeu Schimdt, o partido apresentou um set list com 547 canções mixadas pela Rádio Correio de Alagoas. Acossada, Dilma Rousseff divulgou uma medida provisória obrigando a execução integral de cada canção.

 

Leia também

PMDB quer maioria na Academia Brasileira de Letras

PMDB pleiteia Oscar de coadjuvante

Hospital confirma que Sarney tem todos os tipos sanguíneos

PMDB quer vaga na Libertadores