POSTO 12 - A comunidade política internacional amanheceu estarrecida com o vazamento de fotos que revelam Sérgio Cabral trabalhando em pleno Rio de Janeiro. "Temos que periciar essas imagens minuciosamente", reagiu, atônito, Anthony Garotinho. "A Europa vai afundar ainda mais na crise!", alertou, estarrecido, o prefeito Eduardo Paes. Num lampejo imortal, Merval Pereira destacou, em sua coluna: "Foi mais um episódio coordenado para abafar o Escândalo do Mensalão". Miriam Leitão desmaiou no cabeleireiro e Ancelmo Gois foi internado em estado de choque.

Orientado por Rodrigo Pimentel, o advogado de Sérgio Cabral exigiu que o Google exibisse as imagens em todos os resultados de pesquisa, independente da palavra digitada. "Demos um prazo até 18h de hoje. Caso não cumpram, vamos instalar um guardanapo na logomarca deles", explicou.

Após reunião interna de sete horas e meia sobre a ética jornalística, o editor do i-Herald telefonou para Carlinhos Cachoeira e obteve as imagens:

Foto impressionante mostra Cabral auditando pessoalmente as obras do Maracanã: "Se estourar ainda mais esse orçamento, vai sair do bolso de vocês. Não quero nem saber", disse para os representantes das empreiteiras

 

Após ouvir especialistas, Sérgio Cabral resolveu planejar o traçado das novas linhas de metrô.

 

Contrariado com as acusações de que viajou às custas de Fernando Cavendish, Sérgio Cabral inaugurou um restaurante francês no Centro do Rio

 

Leia também

Eike cria programa de milhagem para Cabral

Cabral promete bueiros-bomba na Rocinha

Dissidente chinês pede asilo em mundo de Sérgio Cabral

Garotinho nega ter vazado fotos de Carolina Dieckmann