Estadão.com.br
‹ Ir para edição atual

Busca avançada





  • Edição 96
  • Edição 95
  • Edição 94
  • Edição 93
  • Edição 92
  • Edição 91
  • Edição 90
  • Edição 89
  • Edição 88
  • Edição 87
  • Edição 86
  • Edição 85
  • Edição 84
  • Edição 83
  • Edição 82
  • Edição 81
  • Edição 80
  • Edição 79
  • Edição 78
  • Edição 77
  • Edição 76
  • Edição 75
  • Edição 74
  • Edição 73
  • Edição 72
  • Edição 71
  • Edição 70
  • Edição 69
  • Edição 68
  • Edição 67
  • Edição 66
  • Edição 65
  • Edição 64
  • Edição 63
  • Edição 62
  • Edição 61
  • Edição 60
  • Edição 59
  • Edição 58
  • Edição 57
  • Edição 56
  • Edição 55
  • Edição 54
  • Edição 53
  • Edição 52
  • Edição 51
  • Edição 50
  • Edição 49
  • Edição 48
  • Edição 47
  • Edição 46
  • Edição 45
  • Edição 44
  • Edição 43
  • Edição 42
  • Edição 41
  • Edição 40
  • Edição 39
  • Edição 38
  • Edição 37
  • Edição 36
  • Edição 35
  • Edição 34
  • Edição 33
  • Edição 32
  • Edição 31
  • Edição 30
  • Edição 29
  • Edição 28
  • Edição 27
  • Edição 26
  • Edição 25
  • Edição 24
  • Edição 23
  • Edição 22
  • Edição 21
  • Edição 20
  • Edição 19
  • Edição 18
  • Edição 17
  • Edição 16
  • Edição 15
  • Edição 14
  • Edição 13
  • Edição 12
  • Edição 11
  • Edição 10
  • Edição 9
  • Edição 8
  • Edição 7
  • Edição 6
  • Edição 5
  • Edição 4
  • Edição 3
  • Edição 2
  • Edição 1
  • Edição 0


The piauí Herald

  • PSDB lança o programa Aécio Esperança

    PSDB lança o programa Aécio Esperança

    HARVARD - Animados com a recuperação de Aécio nas pesquisas, líderes do PSDB lançaram as bases do programa Aécio Esperança. Na próxima progaganda eleitoral, Geraldo Alckmin aparecerá abraçado a policiais militares e entoará o jingle "Ligue 0500 2014 045 pra doar cinco pontos percentuais". No fundo a tropa de choque batucará, no ritmo do Olodum, com seus cassetetes nas costas de integrantes do MTST. — Leia o post completo.


  • Após debate, Marina Silva sai em defesa das ovas

    Após debate, Marina Silva sai em defesa das ovas

    TERCEIRA MARGEM DO RIO - Escandalizada com a polarização, ao vivo, entre Aécio Neves e Luciana Genro no debate de ontem, Marina Silva defendeu um novo modelo de bate-boca. "Todos estão falando sobre ministros, sinistros, periquitos, faniquitos, pirulitos", cantarolou com um pandeiro de fita. Em seguida, abraçada com Eduardo Jorge, arrematou, encarando Dilma, Aécio e Genro: "All we are saying / Is give peace a chance". — Leia o post completo.


  • Paulistanos exigem rodízio de bicicletas

    Paulistanos exigem rodízio de bicicletas

    ITAIM BIBI - Irritados com a proliferação de ciclofaixas vermelhas, centenas de paulistanos saíram em carreata para exigir o rodízio de bicicletas. "O engarrafamento é um patrimônio imaterial da cidade. Não podemos perder nossa identidade", defendeu Andrea Matarazzo, orgulhosamente parado na marginal. "Estão construindo cliclofaixas onde não passa bicicleta. Cadê o planejamento?", esbravejou João Doria Junior, há 20 minutos em ponto morto na 23 de maio. — Leia o post completo.


  • Dilma culpa Marina pelo fim de A Grande Família

    Dilma culpa Marina pelo fim de A Grande Família

    PROJAC - O próximo programa eleitoral de Dilma Rousseff fará novos ataques a Marina Silva. No primeiro esquete, enquanto uma família assiste à TV em sua sala, o locutor anuncia: "Marina tem dito que, se eleita, vai fazer a autonomia do Banco Central. Parece algo distante da vida da gente. Parece, mas não é. Marina vai poder decidir, por exemplo, qual programa de TV sua família deve assistir". — Leia o post completo.


  • Dilma lança o PAC 3%

    Dilma lança o PAC 3%

    SUCUPIRA - Preocupada em melhorar o ambiente de negócios no país, Dilma Rousseff anunciou uma nova etapa do PAC. "Vamos agora focar no amplo desenvolvimento da infra estrutura (infraestrutura) das estatais. O nome será levemente alterado para Plano de Aditivação dos Contratos. É o PAC 3%", antecipou, enquanto jogava um balde de petróleo gelado em Graça Foster. — Leia o post completo.


  • Eike Batista entra para a Classe X

    Eike Batista entra para a Classe X

    PINDAÍBA - Em coletiva de imprensa realizada numa animada roda de samba no Cacique de Ramos, Eike Batista improvisou um partido alto sobre sua atual situação financeira: "Fui no Pink Fleet, acabou a comida, acabou a bebida, acabou a canja. Sobrou pra mim, o bagaço laranja", cantarolou, bebericando um Natu Nobilis. — Leia o post completo.


  • Pessimildo ganha diretoria em Furnas

    Pessimildo ganha diretoria em Furnas

    VILA SÉSAMO - Alçado ao estrelato na propaganda de Dilma Rousseff, Pessimildo, em poucas horas, conseguiu ultrapassar Aécio Neves nas pesquisas. "Ganhei projeção nacional e exijo uma audiência com Dilma para expôr os motivos de meu pessimismo", explicou, enquanto criticava as ciclofaixas paulistanas e a má gestão da Petrobras. — Leia o post completo.


  • Marina defende o fim da polarização entre par e ímpar

    Marina defende o fim da polarização entre par e ímpar

    ORION - Após lançar os alicerces da nova física ao provar que um corpo pode ficar, ao mesmo tempo, à esquerda de Dilma e à direita de Aécio, Marina Silva apresentou as bases de uma nova matemática. "Não podemos mais ficar presos a essa polarização entre par e ímpar. Essa é uma visão antiga da matemática que empobrece o debate. É preciso distensionar o Impa", ressaltou. Ao tomar conhecimento da declaração, Dilma Rousseff comparou Marina a Zelia Cardoso de Mello. — Leia o post completo.


  • Após relógio, Apple lançará aparelho de fax em 2015

    Após relógio, Apple lançará aparelho de fax em 2015

    CUPERTINO - Após surpreenderem o mercado com o lançamento do Apple Watch, funcionários da empresa se entregaram, espontaneamente, à Polícia Federal. "Sei que foi cometido um crime contra o bom senso. No mínimo, participei da elaboração de um atentado estético contra o legado de Steve Jobs. Estou aqui para pagar por isso", confessou Brian Stuck, junto com 40 funcionários. — Leia o post completo.


  • Aécio Neves processa institutos de pesquisa que o colocam em terceiro lugar

    Aécio Neves processa institutos de pesquisa que o colocam em terceiro lugar

    HARVARD - Após bloquear buscas indesejadas no Google e filtrar as cutucadas que recebe no Facebook, Aécio Neves resolveu acionar novamente a Justiça: "Ibope, CNT Sensus e Datafolha vêm fazendo uso do submundo das pesquisas eleitorais para me difamar. Sete entre dez SUVs têm o adesivo de Aécio Neves estampado no vidro traseiro e os institutos insistem em me colocar em terceiro lugar", esbravejou. "Pago meus impostos em dia e vou tomar as medidas judiciais para figurar, ao menos, no segundo turno", completou. — Leia o post completo.




Visite a página da revista piauí no Orkut