Estadão.com.br
‹ Ir para edição atual

Busca avançada





  • Edição 100
  • Edição 99
  • Edição 98
  • Edição 97
  • Edição 96
  • Edição 95
  • Edição 94
  • Edição 93
  • Edição 92
  • Edição 91
  • Edição 90
  • Edição 89
  • Edição 88
  • Edição 87
  • Edição 86
  • Edição 85
  • Edição 84
  • Edição 83
  • Edição 82
  • Edição 81
  • Edição 80
  • Edição 79
  • Edição 78
  • Edição 77
  • Edição 76
  • Edição 75
  • Edição 74
  • Edição 73
  • Edição 72
  • Edição 71
  • Edição 70
  • Edição 69
  • Edição 68
  • Edição 67
  • Edição 66
  • Edição 65
  • Edição 64
  • Edição 63
  • Edição 62
  • Edição 61
  • Edição 60
  • Edição 59
  • Edição 58
  • Edição 57
  • Edição 56
  • Edição 55
  • Edição 54
  • Edição 53
  • Edição 52
  • Edição 51
  • Edição 50
  • Edição 49
  • Edição 48
  • Edição 47
  • Edição 46
  • Edição 45
  • Edição 44
  • Edição 43
  • Edição 42
  • Edição 41
  • Edição 40
  • Edição 39
  • Edição 38
  • Edição 37
  • Edição 36
  • Edição 35
  • Edição 34
  • Edição 33
  • Edição 32
  • Edição 31
  • Edição 30
  • Edição 29
  • Edição 28
  • Edição 27
  • Edição 26
  • Edição 25
  • Edição 24
  • Edição 23
  • Edição 22
  • Edição 21
  • Edição 20
  • Edição 19
  • Edição 18
  • Edição 17
  • Edição 16
  • Edição 15
  • Edição 14
  • Edição 13
  • Edição 12
  • Edição 11
  • Edição 10
  • Edição 9
  • Edição 8
  • Edição 7
  • Edição 6
  • Edição 5
  • Edição 4
  • Edição 3
  • Edição 2
  • Edição 1
  • Edição 0


The piauí Herald

  • Máscaras de Graça Foster para o carnaval poderão custar até 430 reais

    Máscaras de Graça Foster para o carnaval poderão custar até 430 reais

    SAARA - O Governo do Estado do Rio de Janeiro abriu uma licitação para selecionar empresas aptas a produzir máscaras para o carnaval 2015. "Precisamos organizar esse troço para ninguém sair processado pelo Cerveró. Chega de amadorismo", argumentou Pezão, enquanto nomeava Aparecida Cabral, tia-avó de Sérgio Cabral, para tocar a empreitada. — Leia o post completo.


  • Ações da Petrobras atingem Volume Morto

    Ações da Petrobras atingem Volume Morto

    ABREU E LIMA - Após permitir que os recursos da companhia escoassem pelo ralo, o Conselho da Petrobras admitiu que as ações da empresa atingiram, pela primeira vez, o volume morto. "Estamos estudando o bombeamento via BNDES", explicou Graça Foster, enquanto trocava duas ações majoritárias por uma média requentada numa padaria. — Leia o post completo.


  • Governo promete falta de gás até o final do mês

    Governo promete falta de gás até o final do mês

    FUNDO DO POÇO - Após a previsão de crescimento para 2015 atingir o volume morto, o ministro do Apocalipse, Joaquim Levy, fez novas promessas para o ano que se inicia. "Já batemos nossas metas para o descumprimento dos abastecimentos de luz e água. Até o final do mês, de acordo com nosso austero planejamento, faltará gás. Estamos prevendo a falta de telefone para o segundo semestre", revelou, enquanto apertava o cinto. — Leia o post completo.


  • Dilma aumenta a temperatura em 3 graus

    Dilma aumenta a temperatura em 3 graus

    ESTRELA DA MORTE - Envolta numa fumaça vermelha, Dilma Rousseff convocou uma coletiva de imprensa para praguejar novos itens de seu pacote de maldades. "Conversei com meu capataz Joaquim Levy: a partir de amanhã, a temperatura subirá 3 graus celsius", trovejou, enquanto mexia um caldeirão com asa de morcego, bigodes de Lula e penas de ornitorrinco. Em seguida, soltou uma sonora gargalhada e arrematou, enigmática: "Minha vingança será maligna!". — Leia o post completo.


  • Governo de São Paulo anuncia missa de sétimo dia do Volume Morto

    Governo de São Paulo anuncia missa de sétimo dia do Volume Morto

    PINDAMONHANGABA - Caminhando sobre as águas do alto Tietê, o beato Geraldo Alckmin admitiu que o volume morto desencarnou há tempos. "Irmãos, convoco todos aqueles que pagam seus impostos em dia a celebrar a missa de sétimo dia do Volume Morto", conclamou, enquanto distribuía hóstias para a base aliada. — Leia o post completo.


  • Anvisa libera comercialização de remédio para tosse de vacas

    Anvisa libera comercialização de remédio para tosse de vacas

    FRIBOI - Temendo uma pandemia, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária liberou a comercialização de remédio para tratar a tosse de vacas. "Tem acontecido muito nesse começo de ano. Mimosa, por exemplo, tossiu tanto que expectorou leite", garantiu o fazendeiro Altair Mourão Pinto. — Leia o post completo.


  • Joaquim Levy corta a terça-feira de Carnaval

    Joaquim Levy corta a terça-feira de Carnaval

    SAPUCAÍ - Após cortar a popularidade de Dilma Rousseff em 20 pontos percentuais, Joaquim Levy, ministro do Juízo Final, anunciou novas medidas. "Precisamos entender que este Carnaval será mais austero. Cortei algumas bundas, reduzi o número de peitos na avenida e transformei a terça-feira em dia útil", esclareceu. — Leia o post completo.


  • "Foto de Angélica comendo cachorro quente não faz parte do pacote de maldades", afirma Dilma

    "Foto de Angélica comendo cachorro quente não faz parte do pacote de maldades", afirma Dilma

    GENEAL - Estarrecida com o comercial em que Angelica aparece abrindo uma bocarra para deglutir um cachorro quente, Dilma Rousseff apressou-se em esclarecer: "Eeeeeeepa, epa, epa! Na minha conta não, violão! Quero deixar bem claro a todos os brasileiros que isso nada tem a ver com meu pacote de maldades bondosas. Foi meritocracia do casal mesmo!", bufou a mandatária. Em seguida, perguntou se a salsicha era Friboi. — Leia o post completo.


  • Lula pede clemência por Dilma

    Lula pede clemência por Dilma

    CUBA - Em nova carta ao povo brasileiro, o ex-presidente em exercício, Luiz Inácio da Silva, pediu para todos perdoarem Dilma Rousseff. "Meus amigos e minhas amigas, peço clemência para a companheira Dilma. Todos temos direito de errar, quantas vezes forem necessárias, insistir nesses erros e permanecer erráticos", diz o primeiro parágrafo. — Leia o post completo.


  • Operação Lava Jato é suspensa por falta d'água

    Operação Lava Jato é suspensa por falta d'água

    SÃO PAULO - Nestor Cerveró, Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa foram liberados hoje cedo da Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, para onde haviam sido transferidos a pedido de seus advogados. "Não deu nem pra tomar banho", resmungou Cerveró, apontando para os sovacos. "Tivemos que interromper a Lavo a Jato por falta d´água", lamentou o juiz Sérgio Moro, enquanto abria torneiras secas diante de um batalhão de repórteres. "Apesar da chuva de provas, o nível do esquema Pasadena permanece estático", concluiu o juiz, evitando derramar lágrimas para dar exemplo contra o desperdício. — Leia o post completo.




Visite a página da revista piauí no Orkut